Familia, Amigos e trabalho: como conciliar tudo sem me sentir culpado

Existe o estigma de que os coaches são super-heróis, que são omnipresentes e que estão sempre de bem com a vida. Isto pode ser tudo verdade, se tu, como eu, quiseres e acreditares que é possível.

Nada na nossa vida acontece por acaso e o sucesso não acontece por acidente mas por muito trabalho, perseverança, aprendizagem, estudo, sacrífico e, acima de tudo, Amor àquilo que fazemos ou estamos a aprender a fazer! No entanto, para conseguirmos ter disponibilidade mental para este equilíbrio é necessário termos uma boa estabilidade familiar, nas relações e no trabalho. Ao ter estes 3 factores fortes reunidos é possível sermos bem-sucedidos sem deixarmos nada nem ninguém para trás.

É este o grande chavão que te quero falar hoje: como manter uma boa estabilidade familiar, como manter boas relações de amizade e como conseguimos ser bem-sucedidos no nosso trabalho.

 

1.DEFINE O TEU PROPÓSITO DE VIDA

Começa por listar quais são as tuas grandes paixões:

  • O que te faz perder a noção do tempo?
  • O que te rouba um sorriso rasgado?
  • O que dá mesmo prazer fazer?

 

Depois, identifica as tuas melhores competências, aquilo em que realmente és muito bom: és bom a motivar pessoas? És um excelente líder? És um problem solver?  Pergunta aos teus amigos e familiares e pede-lhes ajuda a responder a esta questão. Por vezes, aquele que tem uma visão de helicóptero consegue mais facilmente identificar as verdadeiras competências do que quem está mais próximo.

De seguida responde à seguinte questão: “A minha vida de profissional de sonho era ____”. Nesta fase, permite-te sonhar. Libertar-te de todos os julgamentos socioculturais, sê sincero contigo, conhece a tua verdade e responde o que realmente é o teu sonho.

 

2. IDENTIFICA AS TUAS PRIORIDADES E DEFINE OBJECTIVOS

Viveres uma vida com propósito quer dizer que queres viver uma vida focada naquilo que é importante para ti, por isso, elabora uma lista sobre aquilo que são as tuas prioridades.

  • Família, amigos e trabalho: qual o primeiro, o segundo e o terceiro com o qual não saberias viver?
  • O que abdicavas por cada um deles?
  • Como queres ser reconhecido: Por seres um bom pai, marido, filho e irmão? Por seres um profissional de excelência? Ou por seres ambos?
  • O que é o sucesso para ti?
  • Como queres ser lembrado?

 

Define objectivos e identifica quais são os passos necessários para alcançares cada um deles. Estes objectivos devem ser reais, mensuráveis e ter um tempo determinado para o seu cumprimento. É a definição de um cronograma que te vai permitir não só cumprir todos os objectivos como também te vai ajudar a não perder o foco. Quando encontrares grandes objectivos, permite-te a objectiva-los por partes. Por exemplo: ir a uma conferência do Tony Robbins. Este é um grande objectivo mas podes dividi-lo em pequenos objectivos.

 

3. FOCO

Os 2 pontos anteriores são muito importantes mas se não tiveres o foco em consideração, uma coisa é certa: não vais conseguir alcançar tudo a que quiseste propor.

Durante a tua jornada, vão ser inúmeras as distracções que vão surgir. Certifica-te que não te deixas influenciar negativamente por elas, ou seja, que elas não te vão desviar do teu caminho. Sigmund Freud disse: “Somos feitos de carne mas temos que viver como se fossemos feitos de ferro”. Podes tirar várias interpretações desta frase mas quero-te que te centres em apenas numa: Foca-te nos teus objectivos, nos teus sonhos e nunca deixes que te roubem ou desviem da tua jornada!

4. APRENDE A GERIR O TEU TEMPO

É muito comum deixarmos tarefas para o último minuto. Este é o pior hábito que podes abraçar na tua rotina. Para além de te provocar muito stress aumenta largamente a probabilidade de te faltar o brio e negligenciares nas tuas obrigações. Utiliza to do list diárias, compra uma agenda, coloca alarmes, utiliza cronómetros para determinada tarefa, tudo o que possa optimizar e disciplinar o teu tempo de produtividade vai ser o melhor investimento que fizeste.

 

5. NUNCA DESRESPEITES UM COMPROMISSO

É como se costuma dizer “basta falhar a primeira que a segunda é sempre mais fácil”. Seja um almoço com um amigo, o aniversário da tua filha ou uma reunião de trabalho. Planear é importante mas se não manteres a tua palavra, nada do que foi combinado vale. Aprende quais são os teus limites e/ou aprende a dizer que não mas não faças promessas que não sabes se consegues cumprir.

 

Assume compromissos contigo próprio e esforça-te para os cumprires. Uma coisa é certa: se falhares contigo vais falhar com os outros. Não te esqueças disto!

 

6. NUNCA TE COMPARES AOS OUTROS

No Amor, na amizade ou no trabalho. Apontares o dedo aos outros ou diminuíres-te em relação ao outro nunca vai ser benéfico para ti e para quem te rodeia. Lembra-te sempre que quem está contigo fá-lo porque gosta e acredita em ti, por isso, alimenta o teu ego também.

 

Cada um dá o melhor que pode, cada um é bom à sua maneira. Não és tu que vais definir quem é melhor que quem. Tu és bom. O outro é bom. Ambos são diferentes e são bem-sucedidos à sua maneira. Não te esqueças que os objectivos que definiste para ti não são os mesmo que o outro definiu para si, por isso foca-te em ti. Foca-te na tua jornada e não te preocupes com o alheio.

 

7. SÊ GRATO

A felicidade começa com a gratidão! Aprende a agradecer as coisas menos fáceis que a vida te impõe, pois só com elas é que és capaz de crescer e te tornar mais forte. Aprende também a agradecer as coisas boas que tens e que conquistas, se só te focares nas que não fazem parte de ti não vais saber valorizar tudo o que é teu.

 

8. RODEIA-TE DE PESSOAS POSITIVAS

O Amor ao outro deve estar sempre presente, no entanto, tens que saber quem te faz bem e quem contamina o teu estado de espírito e a tua energia. Por isso, faz um favor a ti próprio e rodeia-te de pessoas positivas. Daquelas pessoas que, mesmo que o cenário pareça bem negro, consegue ter sempre uma atitude positiva e acima realista. Daquelas pessoas que não te deixa desistir na primeira adversidade. Daquelas pessoas que comemoram verdadeiramente as tuas conquistas e ficam felizes por ti. Como sempre ouvi dizer “aves da mesma pena agrupam-se”, por isso, pessoas felizes, generosas, bondosas, realizadas ou outro bom adjectivo vão tirar o melhor de nós e nós delas. É um win-win.

 

Estas são as 8 regras que segui para conseguir conciliar a família, amigos e trabalho sem nunca lhes falhar ou me sentir culpado. Isto porque sei que estou a seguir o meu propósito e enquanto estiver focado e a cumprir objectivos vou estar feliz. No entanto, até conseguir alcançar esta plenitude tive que ultrapassar grandes conflitos interiores que me faziam sentir que estava a falhar com aqueles que Amo. O Coaching é um trabalho que exige muito de nós, emocional e financeiramente, no entanto nunca perdi o foco e, todos os dias, consigo alcançar mais um objectivo.

A pensar nesta minha jornada criei um EBOOK, um guia definitivo que vai pôr a tua vida em perspectiva a ajudar-te a perceber como podes viver de Coaching.

SE GOSTOU, PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on skype
Share on print