Como viver do coaching

Bem-vindos ao último artigo da sequência da Jornada do Coach de Sucesso!

 

Se ainda não leste os 2 artigos que antecedem este, recomendo vivamente que o faças, pois o grande objectivo desta Jornada do Coach de Sucesso é perceber o que é necessário efectivamente para se viver de Coaching de uma forma profissional, de uma forma estruturada. E dou-te essas ferramentas deste o artigo número 1.

 

Nesse primeiro artigo falo-te sobre os 3 erros que não podes cometer se, de facto, quiseres ter uma carreira como Coach e no segundo artigo falo-te sobre a estratégia A.R.O, a estratégia essencial para obter clientes de Coaching. Por isso, se ainda não leste esta sequência de artigos, volta a atrás, lê e regressa para descobrires qual é o método real que utilizo para o sucesso do meu Coaching e que me permite viver profissionalmente dele.

 

Já tens a leitura em dia? Então vamos a isso!

 

O meu percurso como Coach começou em 2004 e muitas coisas erradas aconteceram. Digo e sinto muitas vezes que tive sorte em alguns momentos da minha carreira, no entanto, reconheço a importância e a necessidade de existir um método de trabalho. Apesar de isto parecer lógico, a verdade é que o método não existe sempre. Eu prefiro trabalhar com uma estrutura que me garante ter clientes de uma forma recorrente, que me faça sentir seguro, que me garanta ter um verdadeiro impacto na vida das outras pessoas de uma forma responsável e sustentável.

Isto são preocupações que eu tenho e que faço questão de dar como ferramenta na nossa Academia, na Certificação Eneacoaching 2.0, para que os nossos alunos possam viver de uma carreira profissionalizada que em que a suas bases não sejam construídas apenas através da sua intuição ou de um sonho.

 

Antes de avançares é importante também que saibas a diferença entre Coaching Motivacional e Coaching Transformacional.

 

No Coaching Motivacional trabalhos objectivos. Isto é, o cliente está no ponto A e quer chegar ao ponto B, no entanto, entre estes dois pontos eu encontro resistências (convicções, um conjunto de aspectos relacionados do ponto de vista emocional, por exemplo) e eu, como Coach, vou ajundando o meu cliente a orientar-se e a caminhar em direção ao seu objectivo.

 

No Coaching Transformacional, como Coach, começo por transformar o cliente e só depois é que ele define quais são os seus objectivos. Claro que o cliente tem sempre uma expectativa mas que ao longo de todo o processo transformacional, a sua expectativa altera-se. O Coaching Transformacional parte sempre da premissa SER – FAZER – TER.

Entendido estes 2 conceitos vamos transformar vidas!

 

9 PASSOS PARA TRANSFORMARES VIDAS

 

1ª ESTAÇÃO: O HOMEM MÁQUINA

 

Nesta primeira estação costumo dizer que a pessoa está inconsciente. Imagina, o teu cliente ou a tua cliente está num relacionamento que não funciona, no entanto, mantém-se nele porque acha que o relacionamento “é o que é”. E começa a definir um conjunto de aspectos que funcionam como uma desculpa para continuar na sua relação disfuncional: “pelo menos tenho alguém”, “estou melhor do que o X que não tem nenhuma relação”. “Rege-se de uma forma automática e descontrolada em relação a um aspecto em particular que quer melhorar. Não tem a consciência necessária para o um novo estágio de crescimento. Aqui tudo o que o envolve, influencia-o como se fosse uma máquina desprovida de decisão. Onde nem sempre compreende os limites entre si mesmo e os outros. Onde não compreende que não decide nada, tudo ocorre por acidente.”

Nesta fase ninguém está interessado em fazer Coaching. O que acontece é que o que a pessoa está à procura de um conjunto de justificações para as falhas que acontecem na sua vida.

 

2ª ESTAÇÃO: O HOMEM OBSERVADOR

 

O Homem Observador consegue ver os aspectos positivos e os aspectos negativos da mesma forma. Ainda no exemplo do relacionamento, quando o cliente se encontra nesta estação já consegue a avaliar a sua relação como um todo: “Esta relação é estável a pessoa que está ao meu lado é incrível, dou-me muito bem com o seu núcleo mas por outro lado há certos aspectos que não estão a funcionar tão bem e eu gostava que mudasse porque as coisas não estão tão bem como eu gostaria”.

É nesta estação de consciência que as pessoas tendem tomar decisões erradas porque na prática, não estão prontas para as tomar. Consciência não gera transformação, porque muitas vezes não estão seguros da decisão que estão a tomar.

 

3ª ESTAÇÃO: CHOQUE EMOCIONAL

 

Nesta estação acontece o “Já chega, eu não quero isto para mim e vou fazer diferente!”. Aqui, começa o processo de crescimento de uma força emocional que vai impulsionar a que algo aconteça. Não existe nenhuma tomada de decisão mas já existe o desejo de o começar a fazer.

 

 4ª ESTAÇÃO: O EU DESCONSTRUÍDO

O momento de transformação aproxima-se! Esta é a estação do desapego do passado e de tudo aquilo que não fará falta no futuro. “Só é possível encher um copo se ele já estiver vazio. O objectivo aqui é vazar o copo que se traz. É aqui que uma se dá um momento importante da caminhada. Aqui é onde tudo se decide e se inicia um ponto de não retorno.”

No Eu Desconstruído existe uma dor necessário que vai impulsionar 3 momento possíveis em relação ao que o cliente sente em sobre a sua transformação:

 

1.O cliente volta ao ser inconsciente: O Homem Máquina. Esquece-se de todo o processo de transformação, o foco é desviado e volta para a sua rotina antiga;

 

2.Regressa ao Homem Observador e o trabalho de desapego já não lhe parece tão doloroso e começa a perceber que existem aspectos positivos na viagem;

 

3.Passagem para a estação 5.

 

5ª ESTAÇÃO: O EU CONSTRUÍDO

 

Pela primeira vez o teu cliente vai escolher e decidir quem é. No exemplo da relação que não funcionava: nesta estação, o cliente vai definir quem é na sua relação, qual é a relação que quer verdadeiramente para si! Antes de encontrar o Amor da sua vida tem de se encontrar a si e é na quinta estação que isso vai acontecer.

 

6ª ESTAÇÃO: CHOQUE MENTAL

 

“Aqui o exterior testa a determinação. Nesta estação florescem as dúvidas em procura de certezas.” O teu cliente vai-se questionar sobre o seu Eu Construído e é muito importante que isso aconteça. É importante que compreenda qual é a força que tem dentro de si e como consegue vencer os impactos vindos de fora. Só assim é possível passar para a sétima estação.

 

7ª ESTAÇÃO: EU IDEALIZADO

 

Pela primeira vez vai existir alguma definição de objectivos, sonhar com aquilo que quer. No exemplo da relação: é aqui que o teu cliente, depois de decidir o seu novo eu, depois de o testar na sua relação vai agora definir quais são os objectivos que tem para ela. O que quer da sua relação. Vamos juntos redefinir a nossa relação ou simplesmente vamos seguir caminhos diferentes?

 

A decisão está tomada!

 

 

8ª ESTAÇÃO: O HOMEM QUE CONCRETIZA

 

Agora o que está decidido necessita ser concretizado.
Lembraste da diferença do Coaching Motivacional e do Coaching Transformacional? Na oitava estação aparece Coaching Motivacional. É aqui que vais ajudar o teu cliente a definir quais são os seus objectivos e a agir em conformidade com eles.
Terminou? Não!

 

 

9ª ESTAÇÃO: CHOQUE INSTITIVO

 

O teu cliente chega a esta estação e diz-te “eu acho que isto é bastante normal, a minha relação evoluiu. Mas foi tudo de uma forma natural”. Relembra-o do processo todo, de mensagens e discursos que o teu cliente teve ao longo das várias estações. Como era enquanto HOMEM OBSERVADOR, o que disse no CHOQUE EMOCIONAL, o que desapegou no EU DESCONSTRUÍDO, como decidiu o seu EU CONSTRUÍDO, quais foram as suas questões no CHOQUE MENTAL, quais forma os objectivos definidos enquanto HOMEM IDEALIZADO e o que fez como HOMEM QUE CONCRETIZA.

 

No Choque instintivo, o corpo absorve a transformação de uma tal forma que acha que foi tudo muito natural.

A Jornada do Coach de Sucesso acontece 2 a 3 vezes por ano e sempre antes das aulas da Certificação Eneacoaching 2.0. Se estás a ler este artigo e sentes que chegou o momento de transformares a tua vida e ajudar outros a transformar as suas vidas, então clica aqui para teres mais informações sobre esta incrível Jornada.

SE GOSTOU, PARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on skype
Share on print